quinta-feira , 25 maio 2017
Cultuando ao Bezerro

Cultuando ao Bezerro

As dez tribos do Norte viviam momentos cruciais que afetaram tanto a sua vida política quanto religiosa. O pecado generalizou e contaminou toda a casa de Israel. Deus expressa sua indignação contra esse povo e seus rituais idolátricos.

O culto ao bezerro era uma aberração contra o Senhor daquela nação que não tolera nenhuma forma alternativa de culto. Isso não era novidade entre o povo de Israel.

 Esse costume de cultuar bezerro foi introduzido entre eles já nos dias de Moisés, conforme Exodo 32. Mas isso eles herdaram da cultura egípcia durante os anos do cativeiro naquele país, e agora davam continuidade àquele culto pagão.

 “A idolatria que hoje ameaça a Igreja de Cristo é tão nociva quanto a que causou a ruína de Israel.

O momento requer maior vigilância e total compromisso com a Palavra de Deus”. Tudo aquilo que tira de nosso coração a primazia de Deus é idolatria. Cuidado!!!

 I – A Idolatria Na Igreja
Quando a Igreja dá vazão ao paganismo e deixa que a idolatria faça parte da liturgia muitos males sobrevém sobre ela. A idolatria é maléfica porque:

1) Rouba a glória de Deus – Ex 32.4
2) Tira a visão espiritual da liderança – Ex 32.5
3) Desvia o povo do Caminho certo – Ex 32. 8

II – As Causas da Idolatria entre o povo de Deus
1) Rebeldia
Ex 32.2
Toda sorte de pecado que entra na Igreja começa com a rebeldia de alguns. Por isso a Bíblia diz que Deus odeia a rebelião, pois para Deus o pecado de rebelião é como o pecado de feitiçaria (1Sm 15.23)

2) Influência de estranhos
Quando Israel saiu do Egito alguns egípcios acompanharam o povo. Com o passar do tempo esses “estranhos” influenciaram Israel a idolatria.

3)Frouxidão do sacerdote
A Bíblia diz: “Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena” – Pv 24.10.

 Arão, como um líder espiritual, não podia jamais afrouxar-se ante os apelos do povo.

O obreiro do Senhor tem que ter determinação, não se agrada de obreiros frouxos, (Jr 23.1).

Arão cometeu três pecados que lhe custaram a entrada na Terra da Promessa:
a) cedeu às pressões do povoEx 32.1
O líder não pode ceder aos caprichos do povo. Quando isso acontece é um desastre para a Obra de Deus, Ex 32. 25-28

b) liderou a rebelião
Ex 32. 2,21
Arão nem discutiu a situação com o povo e já liderava uma rebelião como se aquilo fosse a coisa mais natural do mundo.

c) oficializou a idolatria Ex 32.5
Agora já era oficial. Arão constrói um altar ao bezerro e proclama uma festa regada a orgia (levantou-se para folgar – v.6).

III – As Conseqüências da Idolatria
1) O homem deixa de confiar em Deus e passa a depositar sua confiança em ídolos
(Ex 32. 1)
Aqui devemos observar que Moisés não estava presente com o povo, mas a nuvem permanecia no arraial. A presença daquela nuvem era o suficiente para provar a presença de Deus, mas o povo não enxergou isso.

 2) O culto é rejeitado por Deus – Os 8.5a

Deus não aceita nenhum culto cuja adoração não seja total e exclusivamente a Ele. A glória dele Ele não divide com ninguém (Is 42.8; 48.11).

3) A ira de Deus se acende contra o idólatra – Os 8.5b

Quando a santidade é ferida e o coração se abre para os ídolos, a ira do Senhor se acende e a punição é certa. Lembremos o que aconteceu com o rei Saul (1Cr 10.13).

 Conclusão:
Israel pagou caro pela adoração de falsos deuses representados até por bezerros de ouro.
A Bíblia é clara: “…Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gl 6.7).
Hoje os bezerros estão presentes em muitos cultos nas igrejas. As inovações tem trazidos uma série de males para a Igreja do Senhor.

“O segredo do crescimento da Igreja são oração, jejum, evangelização e discipulado” .

Nos Laços do Calvário,
Pr. Valtair Freitas

Sobre Pr. Valtair Freitas

é pastor, ministro da Igreja Assembleia de Deus, conferencista, bacharel em teologia, residente em Boston (USA) desde 1997

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

BIGTheme.net • Free Website Templates - Downlaod Full Themes