sexta-feira , 22 setembro 2017

Falando sobre Seitas

A palavra “seita” em si já produz uma emoção negativa. Ficamos pensando nos rituais esquisitos, nos seguidores que não raciocinam, mas estão dispostos a cometer qualquer ação por causa de um líder demente.

A história registra casos extremos de conduta inadequada. Quando centenas de homens, mulheres e crianças cometeram suicídio na Guiana, por influência de Jim Jones, o mundo deparou com o pior caso de religião descontrolada. Felizmente tais catástrofes constituem a exceção, e não a regra. A maior parte das atividades sectárias jamais aparece nas manchetes dos jornais. Mas os líderes das seitas de vez em quando atraem a atenção do público para suas riquezas que acumularam pela exploração do povo, ou pelas suas doutrinas absurdas. No entanto, os líderes só representam uma pequena parte de uma montanha, a pontinha do “iceberg” das atividades subversivas.

Milhões de pessoas vivem com o propósito de propagar suas doutrinas falsas. A palavra evangelho significa “Boas Novas”, mas as pessoas a quem o diabo cegou podem aceitar as maiores mentiras, as mais incríveis, como sendo “Boas Novas”. Por quê? Porque o coração humano confronta o desespero do pecado pessoal. A pessoa vive na expectativa de uma tragédia iminente, por causa dos inúmeros males de que sofre a sociedade humana. A paz interior é a meta de todos, e se a pessoa não aceitar a paz oferecida por Cristo, alguém oferecerá um substituto.

A característica mais comum de todas as seitas é transformar-se, de modo direto ou indireto, no meio exclusivo pelo qual a pessoa se salva. Em geral as seitas tratam dos sintomas da natureza decaída do homem sem reconhecer primeiro a sua origem, que é o estado de depravação em que as pessoas vivem.

Afirmam todas as seitas que os seus líderes receberam uma “revelação superior” ou mais “recente” de Deus, que se acha na Bíblia. Seus ensinos procuram substituir ou interpretar de novo a verdadeira revelação de Deus, que se acha na Bíblia. É dessa maneira que o líder de uma seita qualquer destrói a autoridade das Escrituras Sagradas.

Os sectários afirmam também que só eles detêm a verdade, e que, por isso, nenhum outro grupo a possui. Com frequência seus líderes afirmam que seus ensinos e práticas constituem uma renovação ou restauração do cristianismo. É por isso que muitas pessoas desprevenidas são atraídas para tais seitas, as quais talvez estejam desiludidas com a igreja cristã.
Paulo escreve a Timóteo  que esse tipo de ensino é satânico. De fato, Paulo se refere às “doutrinas de demônios”, o que não deixa dúvidas quanto à sua origem.

“Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria consciência cauterizada, proibindo o casamento, e ordenando a abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ações de graças pelos que são fiéis e que conhecem bem a verdade” – 1ª Tm 4.1-3.

As seitas são instrumentos de Satanás para destruir as almas. Sua meta é destruir a obra de Deus na vida do crente. Os crentes devem compreender que para combater os falsos ensinos precisamos mais do que simples capacidade de lutar pelas verdades das Escrituras.

“Não temos que lutar contra a carne e o sangue, e sim, contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes” Ef 6.12.

Nos Laços do Calvário,

Pr. Valtair Freitas




A palavra “seita” em si já produz uma emoção negativa. Ficamos pensando nos rituais esquisitos, nos seguidores que não raciocinam, mas estão dispostos a cometer qualquer ação por causa de um líder demente. A história registra casos extremos de conduta inadequada. Quando centenas de homens, mulheres e crianças cometeram suicídio na Guiana, por influência de Jim Jones, o mundo deparou com o pior caso de religião descontrolada. Felizmente tais catástrofes constituem a exceção, e não a regra. A maior parte das atividades sectárias jamais aparece nas manchetes dos jornais. Mas os líderes das seitas de vez em quando atraem a…

Review Overview

User Rating: Be the first one !
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

BIGTheme.net • Free Website Templates - Downlaod Full Themes